Artes Tradicionais e os seus Mestres Artesãos - Olaria e Figurado de Barcelos

Cátia Daniela Longras Cardoso

Resumo


As artes tradicionais ocupam um lugar basilar no panorama do Património Cultural Material e Imaterial Português. Pretende-se assim que este artigo faça uma contextualização das Artes Tradicionais e da forma como formalmente são “vistas” e tidas em conta, não esquecendo os seus intervenientes – Artesãos, Mestres das Artes Tradicionais - e o seu papel preponderante. Em modo de caso prático, apresenta-se a Olaria e o Figurado de Barcelos como um exemplo claro e ímpar de uma Cidade que abarca grande número de artesãos, tradições, modos de fazer, modos de usar, formas e meios de produção artesanais e tradicionais.

Tendo em consideração um estudo realizado em sede de Mestrado em Património, Artes e Turismo Cultural, apresentam-se ainda alguns dados de investigação que comprovam factos curiosos acerca dos Artesãos Barcelenses e do trabalho que os mesmo desenvolvem (atualmente e ao longo do tempo).

Por último pretendem-se traçar contextualizações, atualizações/revisões bibliográficas e de investigação e acerca do fator social, antropológico e etnográfico das artes tradicionais de Barcelos, especificamente, a Olaria e o Figurado. A certificação das artes mencionadas será também de analisar, do ponto de vista da divulgação dos Mestres Artesãos e da evolução das artes.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN impresso: 2183-9220   |   ISSN eletrónico: 2184-2647

Revista Indexada no Diretório e Catálogo  do Latindex com o Folio n.º  26777

 Apoios:
CICS.NOVA

Com a colaboração técnica dos Serviços de Informática da Universidade de Évora