Avaliação da capacidade de realização de atividades da vida diária em pessoas idosas estudo longitudinal comparativo

Vítor Barreiros Pinheira, António Pereira Coutinho, Rute Santos Crisóstomo, Sofia Jacinto Santos, Soraia Pereira Pinto

Resumo


Objetivo: Avaliar e comparar a capacidade de realização das Atividades da Vida Diária Básicas e Instrumentais em pessoas idosas a viver na comunidade e em pessoas em transição para estruturas residenciais para a terceira idade. Métodos: Estudo longitudinal, comparativo e descritivo. Aplicou-se o Índice de Katz e a Escala de Lawton e Brody a pessoas com mais de 65 anos em três momentos: 1º, 4º e 7º mês, coincidindo o primeiro momento com a entrada para uma instituição para um dos grupos. Amostra de conveniência, constituída por 57 sujeitos, dividida em dois grupos. Resultados: Há um aumento da dependência na capacidade de realização das Atividades da Vida Diária nos dois grupos avaliados ao longo do estudo. Para as pessoas idosas residentes em instituições a alteração é mais pronunciada e com maior incidência nas atividades instrumentais. Conclusões: A transição para uma instituição parece acelerar o processo de perda de capacidades das pessoas idosas, contribuindo para a sua dependência, principalmente na sua capacidade de realização das Atividades da Vida Diária Instrumentais.
Descritores: Envelhecimento; atividades da vida diárias; institucionalização; comunidade

Texto Completo:

PDF (PT) PDF (en) (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.24902/r.riase.2015.1(2).166

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2183-6663

REVISTA INDEXADA: DOAJ| Directory of Open Access Journals