Formação e desenvolvimento profissional dos técnicos de diagnóstico e terapêutica em Portugal

Carlos Alberto da Silva, António Abrantes, Paula Alexandra Soares, Tânia Filipa da Silva, Rui Pedro Almeida, Luís Pedro Ribeiro

Resumo


Na atualidade, o ensino e a formação assumem uma significativa centralidade nas estratégias de desenvolvimento dos países europeus. No caso concreto da área da Saúde em Portugal, a necessidade de melhorar e otimizar as características da prestação de cuidados de saúde e a própria evolução do trabalho nos hospitais e centros de saúde têm apelado a uma renovação de conteúdos e das modalidades de educação e formação inicial e continua dos diferentes grupos profissionais (médicos, enfermeiros, dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, outros técnicos superiores da área da saúde). Isso supõe, por exemplo, que a educação e formação dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica (TSDT) promova, entre outros aspetos, a adequação das qualificações profissionais às constantes mudanças dos estados de saúde e de doença dos cidadãos, para além de realizar a sua função fundamental de contribuir para o desenvolvimento e satisfação pessoal, bem como para fomentar o exercício da cidadania e as competências e habilidades nucleares em avaliação das tecnologias da saúde das diferentes categorias profissionais da saúde.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN impresso: 2183-9220   |   ISSN eletrónico: 2184-2647

Revista Indexada no Diretório e Catálogo  do Latindex com o Folio n.º  26777

 Apoios:
CICS.NOVA

Com a colaboração técnica dos Serviços de Informática da Universidade de Évora